domingo, 21 de fevereiro de 2016

Ligeiramente maliciosos



Livro: Ligeiramente maliciosos
Série Os Bedwins - livro #02
Autor(a): Mary Balogh
Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-8041-393-9
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: Romance de época


Sinopse:

Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.

Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.

Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.

Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?

Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro



Minha opinião

Seguindo o estilo de escrita no livro de abertura da série, a autora mantem a narrativa fluída e envolvente, daquele tipo de livro que a gente só fecha quando lê a última página, e ainda torce para ter um pouco mais.

Judith sabe que precisa se portar de forma comedida e se fazer invisível, principalmente agora, que irá morar de favor, na casa de seus tios, então, o acidente lhe oferece uma chance de sentir um gostinho de liberdade, e ela não deixa passar esta chance!

Já Ranulf sabe que tem um dever a cumprir, e, mesmo sabendo que não é aquilo que ele quer para sua vida, o fará, para agradar sua amada avó. E, ao encontrar a carruagem acidentada, na qual Judith estava, não perde a chance de aproveitar um instante a mais de liberdade, para explorar a atração imediata que se apresenta entre ambos.

Aquele momento pode ter sido passageiro, e serviu a ambos naquele instante, mas, a atração não passa e, a forma como eles lidam com ela no decorrer do livro é acima de tudo, romântica. Com algum drama sim, o que acrescenta emoção à narrativa, mas com alguma reflexão também, sobre como a situação financeira de uma família, fazia diferença naquela época.

Uma delícia de leitura, e certamente será uma série de sucesso, pois a autora nos consegue deixar ansiosos para seguir conhecendo esta família, no mínimo, inusitada!

Boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário