sábado, 7 de março de 2015

Estilhaça-me



Livro: Estilhaça-me
Trilogia Shatter Me - Livro 1
Autor(a): Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
ISBN: 978-85-6321-990-9
Ano: 2012
Páginas: 304
Classificação: Ficção, Distopia


Sinopse:

Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.


Minha opinião

O início desta distopia é um tanto assustador, por que é um tanto difícil de de identificar o que acontece com Juliette, mas aos poucos, começamos a compreender que não é loucura que a cerca, e sim, uma forma de proteção, contra tudo e contra todos.

É justamente por ela ter sido isolada, que logo pensamos que ela é louca, mas no desenrolar da narrativa, vamos conhecendo sua realidade e tudo pelo que ela já passou. Mais personagens são introduzidos, e a situação da civilização atual se apresenta, e aos poucos, vamos formando aquela imagem do que o mundo se transformou.

O Restabelecimento aparentemente tomou o poder, para ajudar a toda a civilização se reorganizar e restruturar, mas lá no final do livro, vamos percebendo apenas que é uma forma diferente de uma nova ditadura tomando conta de tudo.

A cada novo passo, Juliette faz uma nova descoberta, e esta nova realidade a assusta, mas ao mesmo tempo, a ajuda a evoluir.

E, não bastasse todo este bombardeio de conhecimento, de repente ela se vê entre dois garotos, Adam e Warner. Adam a protege e a ajuda a ingressar nesta nova realidade, enquanto Warner a incita a ser mais do que aquilo que está preparada para aceitar.

Este primeiro livro da trilogia é agitado e cheio de descobertas, além de um tanto assustador em alguns momentos, mas na grande maioria, a narrativa é eletrizante, que te faz manter a atenção até o final, para saber o desfecho.

Para quem gostou de Jogos Vorazes e Divergente, está aí mais uma distopia bacana para acompanhar.

Boa leitura!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário