segunda-feira, 30 de junho de 2014

Um perfeito cavalheiro

Livro: Um perfeito cavalheiro
Série Os Bridgertons #03
Autora: Julia Quinn
Gênero: Romance 
Editora: Arqueiro
304 Páginas






Sinopse:
Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 

Minha opinião

A série da família Bridgerton continua ótima neste livro. A autora mantêm a narrativa leve, romântica e divertida, como nos anteriores, e aqui, acrescente uma pitada de mistério, ao ter Sophie na posição de filha ilegítima.

Ben, assim como seus irmãos, é um excelente partido, mas ao mesmo tempo, amarrado as tradições da sociedade da época, que condenaria a sua relação com uma bastarda e depois uma serviçal.

A vida de Sophie tornou se um problema desde que seu pai morreu, e ela sofreu um bocado nas mão da madrasta, inclusive sendo expulsa da casa onde viveu a maior parte da sua vida. 

Estar em um baile é um sonho de Sophie, que consegue realizar com a ajuda de algumas antigas serviçais de seu pai. E neste baile, Sophie apaixona-se a primeira vista por Benedict, mas precisa fugir, para não ser flagrada pela madrasta.

Como releitura do conto da Cinderela, eu achei que ficou perfeita, e não perdeu em nada o charme e o romantismo.

E esta série continua me mantendo com vontade de quero mais!  Super indico!!

Boa leitura!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário