domingo, 22 de junho de 2014

Peça-me o que quiser

Livro: Peça me o que quiser
Autora: Megan Maxwell
Gênero: Romance espanhol
Editora: Suma de letras
398 Páginas





Sinopse:


Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.

Minha opinião:



Já li vários outros livros nesta linha, de 'literatura hot', mas vou dizer que este livro foi o pior de todos os que já li. Aprendi que, comprar livros por impulso e em promoção, nem sempre  resultarão em leituras satisfatórias.


Os dois protagonistas não tem nada de excepcional e o encontro deles pode até ser interessante, mas a relação é estranha e eles passam mais tempo se estranhando e tendo brigas idiotas do que qualquer outra coisa. Sem contar que é uma relação pra lá de doentia. Se você não gostou de 50 tons, fuja desta trilogia, por que é clichê, e exagerada, beirando a baixaria.

Os personagens secundários são divertidos e trazem um complemento necessário ao livro, por que caso contrário seria ainda mais difícil ler este livro. 

Enfim, fiz questão de terminar esta leitura, para cumprir com a minha meta de leitura ... mas esta trilogia eu não mantenho na minha estante.

Bateu a curiosidade? Leia e me diga o que você achou !!  ;)

Boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário