segunda-feira, 7 de abril de 2014

O lado bom da vida

Livro: O lado bom da vida
Autor: Matthew Quick
Gênero: Ficção
Editora: Intrínseca
256 Páginas




Sinopse
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. 

Minha opinião:
No começo achei o livro um pouco chato e sem noção. Até conseguir começar a compreender o que tinha acontecido, que foi quando eu compreendi um pouco melhor o esforço do Pat, em se controlar e voltar à sua vida normal.

A narrativa parece um origami complexo, que precisa ser desconstruído, para você poder entender o mapa no verso dele. Os personagens também não são tão fáceis de serem entendidos, mas de uma maneira lenta, conforme se avança na leitura, tudo é explicado, mostrando o motivo de cada coisa.
No geral, não gostei do livro, achei muito devagar, e repetitivo, mas ele tem uma razão de ser. Mas acho que não terei paciência de assistir ao filme, mesmo o Bradley Cooper sendo lindo, e a Jennifer Lawrence tendo recebido um Oscar.

Para quem resolver encarar, boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário