domingo, 6 de abril de 2014

Espíritos de Gelo

Livro: Espíritos de Gelo
Autor: Raphael Draccon
Gênero: Ficção brasileira / Ficção de terror e suspense
Editora: LeYa
176 Páginas



Sinopse:
Um homem acorda acorrentado com os braços para cima em uma sala escura, com dois torturadores vestidos com detalhes masoquistas ao lado e um interrogador baixinho, vestido com roupas sociais e uma camisa surrada do Black Sabbath. Eles o informam que ele acordou em uma banheira sem um rim e sofreu um choque amnésico, que o impede de lembrar os detalhes. Assim sendo, eles partem do princípio de que outros choques traumáticos podem desbloquear essas memórias, se necessários. E se iniciam as piores partes. O livro faz referências à lenda urbana da banheira de gelo, às lendas ao redor da história do rock’n roll e até às motivações e psicologia ao redor da criação de lendas urbanas.

Minha opinião:
Nossa. É um livro estranho.
Eu já li outros livros de Raphael Draccon, e gostei muito, de todos. Mas este, eu levei algum tempo para entender ... eu me senti como se estivesse assistindo novamente o filme 'Ponto de Vista' em que um mesmo acontecimento, é recontado de diversas formas diferentes, dependendo do ponto de vista de cada pessoa presente naquele momento.
Se bem que neste livro, não existem mutos pontos de vista, apenas o do torturado. E tampouco nomes. Somente uma mulher é nomeada, o restante, são apenas personagens. 
É como uma mistura de atualidades, com lendas urbanas, e mitos diversos, e o fato de não nomearem os personagens, faz com que você acabe associando livremente os personagens de acordo com a sua imaginação.
Um pouco exagerado, mas com um propósito fixo para o final.
Como eu disse, um livro estranho, mas as vezes necessário para sacudir uma linha de leitura, nos tirar do prumo, e depois, aproveitar tudo de uma forma melhor e as vezes, ver um enredo de outra maneira.
Acho que vale a leitura, mesmo que seja apenas para sair de um lugar comum.

Enjoy!

P.S.: Continuo gostando de ler Raphael Draccon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário