quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Bridget Jones louca pelo garoto

Livro: Bridget Jones louca pelo garoto
Autora: Helen Fielding
Gênero: Romance
Editora: Cia das Letras
440 Páginas




Logo que foi lançado, O diário de Bridget Jones conquistou uma legião de fãs e se tornou a voz de toda uma geração de mulheres modernas, de trinta e poucos anos, divididas entre a esperança de encontrar o verdadeiro amor e as frustrações dessa busca. Mulheres que, como Bridget, precisam se desdobrar entre as realizações profissionais e os cômicos percalços que mancham seu currículo, entre as exaustivas demandas familiares e as farras com amigos, entre os cuidados com a silhueta e o prazer de devorar cinco barras de chocolate antes do café da manhã.
Catorze anos após o último livro, Bridget Jones: No limite da razão, nossa heroína retoma seu diário abandonado e mostra que continua a mesma, e ainda mais viva - e ativa - do que nunca. O tempo se encarregou de trazer à sua vida outros dramas e dilemas, mas não levou embora seu jeito estabanado e a personalidade luminosa sem a qual ela não poderia enfrentar os momentos comoventes que a aguardam. Além de não descuidar da balança e manter-se longe dos cigarros, agora ela também precisa se preocupar com sites de relacionamentos, o número de seguidores no Twitter e os perigos de trocar mensagens de texto depois de algumas taças de vinho.
Ainda às voltas com os amores, Bridget tropeça em novas confusões e tenta em vão se esquivar das gafes que ajudaram a consagrá-la como uma das personagens mais divertidas da literatura feminina contemporânea, enquanto figuras antigas e recentes desfilam por sua vida - sobretudo um garoto misterioso que vem para balançar seriamente suas certezas.
Bridget Jones: Louca pelo garoto traz um desfecho inesperado para a história que já conhecemos, sem deixar de abrir portas a outras aventuras. Leitura obrigatória para qualquer mulher de hoje, o romance é um retrato fiel e bem-humorado das tribulações ao mesmo tempo trágicas e risíveis que compõem nosso dia a dia.

Sinopse: O que fazer quando a festa de sessenta anos da sua amiga será no mesmo dia do aniversário de trinta do seu namorado? É errado mentir a idade em sites de relacionamento? O Dalai-Lama escreve os próprios tuítes ou será que ele tem um assistente? Dormir com alguém depois de dois encontros e seis semanas trocando mensagens de texto é o mesmo que se casar depois de dois encontros e seis meses de trocas de cartas nos tempos de Jane Austen?
às voltas com esses e outros dilemas modernos, Bridget Jones encara neste novo e aguardado romance os desafios de ser mãe solteira, adaptar-se ao mundo digital e redescobrir sua sexualidade numa fase que algumas pessoas chamam, de forma grosseira e ultrapassada, de "meia-idade".

Minha opinião: Quem nunca se acabou de tanto rir com a BJ, pode parando de ler aqui mesmo.
Ela amadureceu, casou, teve filhos, enviuvou. Ok, ciclos da vida, fiquei triste por ela ... mas, a vida prossegue,  e ela continua a mesma perdida de sempre, e nos fazendo rir das trapalhadas dela!!
E agora, com as tecnologias modernas!!!
Acho que eu nunca ri tanto com ela e as expectativas quanto ao twitter e a aprender a lidar com os controles remotos dos aparelhos eletrônicos, sem enlouquecer. Além de se dedicar ainda com afinco aos livros de auto ajuda e conselhos ... mas agora, sobre como namorar, é hilário!
BJ volta com tudo, tentando superar uma grande perda e criar os seus filhos da melhor maneira possível, dar suporte para a mãe, curtir com os amigos de toda a vida, e de quebra, mais um namorado garotão, mas sem deixar para trás as gafes e micos que tanto nos fizeram rir nos livros passados. Somos atualizados sobre todo o universo e eu achei muito bacana este livro justamente por perceber que, mesmo com todas as dificuldades que vários personagens passaram, a vida seguiu, como cada um de nós, que precisa lidar com a realidade, mas sem perder nada do encanto dos livros passados.

Se você estava com saudades da BJ e quer voltar a se divertir com ela, super recomendo esta leitura!!

Divirtam-se!!

Um comentário:

  1. Acho que não tinha lido BJ. Ano passado peguei o primeiro e coloquei esse na minha lista do Smash Literário. Então descobri o segundo. Claro que fui obrigada a comprar. Agora estou com os dois aqui. Lerei em breve.

    ResponderExcluir