quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Gloria Mortal


Livro:  Gloria Mortal
Série Mortal – livro 02
Autor: J.D.Robb (pseudônimo de Nora Roberts)
Gênero: Ficção
Editora: Bertrand Brasil
364 Páginas
Gloria Mortal
Glória Mortal é o segundo livro da série. Eve e Roarke se apaixonaram com a suavidade de dois relâmpagos que explodem ao mesmo tempo. Agora, embora muito envolvida emocionalmente com Roarke, Eve está tendo problemas para aceitar seus sentimentos por aquele homem fantástico que, por incrível que pareça, também parece amá-la. Enquanto luta contra seus sentimentos, o dever a chama. Quando a poderosa promotora Cicely Towers é encontrada com a garganta cortada, e a popular atriz de TV Yvonne Metcalf aparece também morta do mesmo jeito alguns dias depois, Eve começa a pesquisar as possíveis ligações entre os dois violentos assassinatos.
Sinopse:
A primeira vítima foi encontrada caída na calçada, na chuva. A segunda foi morta no próprio prédio onde morava. A tenente Eve Dallas, da Polícia de Nova York, não teve dificuldades para encontrar conexões entre os dois crimes. As duas vítimas eram mulheres lindas e muito bem sucedidas. Suas vidas glamourosas e seus casos amorosos eram assunto na cidade, assim como suas relações amorosas com homens poderosos e riquíssimos.
Esses fatos fornecem a Eve uma enorme lista de suspeitos, incluindo seu próprio amante, Roarke. Como mulher, Eve estava propensa a confira no homem com quem dividia a cama. Como policial, porém, sua tarefa era seguir cada pista … Explorar cada paixão secreta, não importando quanto fossem sombrias. Ou perigosas.
Minha opinião:
O livro começa com a seguinte frase: “Os mortos eram o seu negócio”. E isto expressa literalmente o que a tenente Dallas faz. E bem.
Ainda estou desvendando a personalidade da personagem principal, a tenente Eve Dallas, mas pelo primeiro livro já pude perceber que ela é dedicada, tenaz, e extremamente inteligente. Além de muito, mas muito criteriosa. Ela não admite meias respostas, e assim como ela se dedica de corpo e alma à solução do crime, espera o mesmo de todos envolvidos em qualquer nível dos casos que ela atende.
Neste livro temos um envolvimento maior de Eve e Roarke. Temos duas cenas bem marcantes no relacionamento deles. A primeira é quando ela recebe um colar com um pingente de diamante em forma de lágrima  e quase tem um “troço” … no livro a descrição é que ela ficou em choque e pânico. E a segunda é, quando ela, mesmo lutando contra o que sente por ele, finalmente admite seu amor por ele. E é deveras emocionante, e da forma como a escritora descreve, é possível você visualizar a cena … é incrível. Além e claro do final do livro, que é marcante … e te faz sair correndo para ler o próximo livro.
Além disto, aqui entra em cena, a futura auxiliar da tenente Dallas, a policial Peabody, mas não vou entrar em muitos detalhes, para não perder a diversão. Aparecem também  novamente o capitão Feeney, a Dra. Mira, Mavis, e Nadine, que começa a estreitar relações com a tenente e vai passar por um sufoco neste livro.
E claro que o assassino só aparece nas últimas páginas … e mesmo não tendo desconfiado, depois de desvendado, ficou bem óbvio. Mas é sempre assim.
A trama é fascinante, e como o primeiro livro da série, prende a atenção da primeira à última página. Acho que vocês vão enjoar de tanto eu repetir isto …
Leitura indicadíssima para quem gosta de um bom romance policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário