sábado, 26 de novembro de 2011

A Hospedeira

 Livro:  A hospedeira
Autor: Stephanie Meyer
Gênero: Ficção
Editora: Intrínseca
13938

"É um livro de ficção científica que não parece ficção científica - é sobre um triângulo amoroso com apenas dois corpos. O que mais gostei nesse livro foi de explorar o amor de ângulos tão diferentes. O amor pela comunidade, pelo próprio ´eu´, pela família - o amor romântico e o amor platônico."
 Stephenie Meyer

Sinopse
Melanie stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.
Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Minha opinião
Bom, é difícil descrever … vou começar dizendo que quando comecei a ler o livro, eu estava bem propensa a desistir, por que a leitura parecia não render, eu lia, lia, lia e o livro não rendia.
Deixei ele de lado por algum tempo, li (muitas) outras coisas, e de repente pensei, preciso terminar este livro.
Respirei fundo e … terminei de ler !
De repente o livro prendeu a minha atenção, me grudei no drama vivido por Melanie e Peregrina, na luta, na aceitação e no amor que elas acabaram desenvolvendo uma pela outra, por todas as batalhas internas e externas que elas precisaram enfrentar, as dificuldades, o sofrimento, a dor, para chegarem enfim ao fim, lutando para não se perderem uma da outra.
OK, é só um livro de ficção, mas nem por isto menos emocionante.
Fora alguns erros, não sei se na tradução ou na edição do livro, mas que não chegaram a atrapalhar o todo, o livro pode ser um pouco chato no início, mas vale insistir, pois o fim nos deixa esperando e pedindo por mais !

E aqui mais duas resenhas dobre o livro que valem ser lidas, se vocês ainda precisam de mais um empurrão para mergulhar na leitura deste livro:
http://tracasecia.blogspot.com/2010/01/projeto-tracas-camila-indica-hospedeira.html
http://leitoracompulsiva.wordpress.com/2009/10/28/stephenie-meyer-a-hospedeira/

Nenhum comentário:

Postar um comentário